25 de abril europa

TITULO

As democracias têm um custo

Mas a falta de democracia tem um custo ainda maior. A intervenção da Troika em Portugal provocou falências em massa, perda de qualidade dos serviços públicos e desemprego galopante: um custo demasiado alto e muito acima das nossas possibilidades.

 

A UE precisa de um 25 de abril

…precisa de um momento de rutura e de viragem democrática e pacífica que ponha o Projeto Europeu ao serviço dos cidadãos europeus, como o 25 de abril pôs o Estado Português ao serviço dos cidadãos portugueses.

 

A democratização da UE é urgente

A pressão pública dos cidadãos europeus sobre os governos nacionais e sobre as instituições da UE é essencial. A partir do sul da Europa, Portugal pode dar o exemplo e exigir alterações ao funcionamento da UE que permitam a sua real democratização. Os governos progressistas, incluindo o nosso governo apoiado por uma maioria de esquerda, têm essa responsabilidade.

O LIVRE propõe

  • A separação da banca comercial e de investimento

  • Transparência nas reuniões do Conselho Europeu e restantes instituições

  • A proibição dos estágios não remunerados na União Europeia

  • Um Programa Europeu de Reinstalação de Refugiados

  • A criação de um salário mínimo europeu

  • A revogação do Tratado Orçamental

  • A asfixia dos offshores e paraísos fiscais

  • A rejeição do TTIP – Tratado Transatlântico

  • A eleição democrática dos Representantes Permanentes de Portugal no Conselho da UE

  • O acesso de movimentos de cidadãos, sindicatos ou associações ao Tribunal de Justiça da UE

Já nas Eleições Europeia de 2014, o LIVRE falava em temas como a privatização da água, do acesso ao Tribunal de Justiça da União ou da recuperação dos países do Sul.

CONHEÇA AS NOSSAS PROPOSTAS

Porque acreditamos no projeto europeu e nos seus princípios originais, o LIVRE apela a que todos os cidadãos se juntem a esta luta por um 25 de abril para a Europa.

JUNTE-SE A NÓS