Conservação da biodiversidade | 6 OUT | Viveiros de Santa Luzia, Pico

Conservação da biodiversidade | 6 OUT | Viveiros de Santa Luzia, Pico

Conservação da biodiversidade

Visita aos Viveiros de Santa Luzia

6 de outubro | 10:00

Filipe Gomes, o cabeça-de-lista pelo Pico, visitou os Viveiros de Santa Luzia com o objectivo de ter um melhor conhecimento sobre a actividade de produção de endémicas, o estado atual e evolução dessa produção e abordar propostas do programa do LIVRE, como a valorização de árvores endémicas e a utilização dessa matéria prima, como forma de preservar e aproveitar os recursos naturais dos Açores.

E se nos Açores não houvesse espécies em risco de extinção?

 

E como correu o dia?

“No quinto dia da campanha eleitoral para as regionais de 16 de Outubro, visitei os Viveiros de Santa Luzia, onde se reproduzem não só espécies de árvores, comocarvalhos e sequóias, mas também as endémicas do nosso arquipélago, sendo para mim o Teixo dos Açores a grande relíquia deste infantário de espécies arbóreas.

Descobri ainda o Cedro dos Toledos, que me deixou fascinado, e aprendi um pouco sobre as dificuldades e particularidades na reprodução destas plantas.

Mais detalhes nas descrições das fotos em www.facebook.com/filipegomespolisofia.

Um muito obrigado ao Vasco Paulos e à técnica que esteve a falar comigo, pela disponibilidade oferecida.

As endémicas são gratuitas e dão trabalho a produzir. Porque não valorizar esse trabalho e plantar espécies únicas dos Açores no seu jardim ou quintal? Porque não partilhar o nosso espaço com as espécies que já foram donas dele?”

Do nosso Programa Eleitoral:

O estado da biodiversidade nos Açores é preocupante: dois terços das espécies endémicas (que não se encontram em mais nenhum lugar do planeta) estão em declínio acentuado. A rede regional de áreas protegidas tem uma cobertura insuficiente e a maioria das espécies com interesse conservacionista não tem proteção legal.

PARA CONSERVAR A BIODIVERSIDADE O LIVRE DEFENDE:

11. Valorização económica das espécies vegetais endémicas

Além de proteger as espécies endémicas, é importante valorizá-las economicamente, não apenas através do turismo, mas também promovendo a sua produção, seja para a utilização como matéria prima, seja para a produção de frutos, como o mirtilo-dos-açores. Igualmente importantes são, por exemplo, a implementação de serviços de compensação de carbono com base em espécies florestais ou o incentivo ao reaproveitamento de árvores que sejam eliminadas em trabalhos de manutenção ou restauro de caminhos e terrenos agrícolas.

 

 

Petição

Retribuição Horária Mínima Garantida

Assine aqui a Petição