Sobre as primárias do PS e a necessidade de um governo de esquerda

Sobre as primárias do PS e a necessidade de um governo de esquerda

Sem mudança de política, não haverá mudança de políticas

Com a realização das suas primárias de ontem, o Partido Socialista apoia agora um candidato a Primeiro-Ministro. Este é um facto de inegável relevância na realidade política do país, pela sua importância própria e pelo facto de ser ter realizado segundo um método, o de primárias, de que o LIVRE foi pioneiro. O LIVRE vem por este meio felicitar os participantes neste processo, bem como o vencedor, António Costa.

O LIVRE tem enfatizado que o grande desafio perante os portugueses em 2015 é o de fazer das próximas eleições legislativas um momento de viragem, que permita pôr a direita na oposição e acrescentar ao conjunto da União Europeia um governo que se oponha à austeridade. Esse objetivo necessita de uma grande capacidade de diálogo e de convergência entre os partidos de esquerda, rompendo com décadas de entrincheiramento que têm diminuído as opções governativas do país. Sem mudança de política, não haverá mudança de políticas.

Esse grande desafio continua ainda à nossa frente e carece de uma grande capacidade de trabalho, abertura e coragem política. O LIVRE apela a todos os partidos e cidadãos da esquerda para que envidem verdadeiros esforços de convergência progressista, alargando agora esse apelo ao novo candidato a Primeiro-Ministro do Partido Socialista.

Petição

Retribuição Horária Mínima Garantida

Assine aqui a Petição