O LIVRE congratula a Geringonça

O LIVRE congratula a Geringonça

O LIVRE congratula-se com a aprovação do Orçamento do Estado para 2016 e saúda os partidos da esquerda portuguesa pela demonstração de maturidade democrática ao juntarem forças na aprovação deste Orçamento. O LIVRE espera que este seja um momento histórico, não só por marcar o compromisso das esquerdas com a governação do país, mas igualmente o momento histórico de viragem da página da austeridade e da degradação das condições de vida dos cidadãos portugueses.

Porém, virar apenas a página da austeridade não responderá, a longo prazo, às necessidades do país. É fundamental a alteração de paradigma do modelo económico que Portugal tem seguido nos últimos anos, baseado em mão-de-obra barata e na exportação de desempregados.

Para tal, é imperioso não esquecer que a dívida pública portuguesa continua a ser insustentável a longo prazo. Desde a sua fundação que o LIVRE propõe um amplo debate nacional, cívico e político que envolva a participação de todos na elaboração de um “memorando de desenvolvimento” que prepare a transição do país e da sua economia para uma economia do futuro, baseada no conhecimento, na tecnologia e na inovação. O LIVRE apoia também a ideia da implementação de um “green new deal” a nível europeu, com um programa de investimento público, financiado pela taxação da especulação financeira, que aposte na atualização de infraestruturas e que gere poupança através do aumento da eficiência na utilização dos recursos e da energia.

O LIVRE espera que os partidos políticos portugueses à esquerda continuem a ser capazes de prosseguir com a cultura de diálogo e compromisso, promovendo os entendimentos necessários para a criação da grande maioria progressista que faz falta a Portugal e à Europa.

[foto de Nuno Ferreira Santos]

Petição

Retribuição Horária Mínima Garantida

Assine aqui a Petição