Mudar a Europa, antes que seja tarde.

Mudar a Europa, antes que seja tarde.

Hoje, não basta comemorar mais um dia da Europa como se tudo estivesse bem. Não basta tampouco cruzar os braços à espera que ocorram mudanças na União Europeia sem que participemos desse esforço coletivo.

Não reconhecer que é preciso reformar o quanto antes a União Europeia terá uma consequência evidente: o fim do projeto europeu. Quanto ao segundo caminho – o de recusar participar no esforço coletivo para mudar a UE enquanto é tempo – equivale não só a alimentar os discursos extremistas como também a deixar o projeto europeu única e exclusivamente nas mãos do chamado “centrão”, dos eurocratas e daqueles que insistem em não dedicar prioritariamente a UE aos interesses dos seus 500 milhões de cidadãos.

No LIVRE, recusamos veementemente a deriva nacionalista a que se tem assistido e apelamos a que a esquerda volte a aceitar desempenhar um papel pró-ativo e responsável na construção de uma UE social, profundamente democrática, próxima dos seus cidadãos e aberta ao mundo. Relembramos que os discursos ambíguos têm consequências irreversíveis não só para a Europa, mas também para Portugal: é preciso condenar abertamente quem escolhe dar um rumo neo-liberal à União Europeia – mas é também urgente defender e propor com clareza um projeto europeu alternativo.

Mas que projeto europeu alternativo?

Estas são apenas algumas propostas do LIVRE para a União Europeia – porque a UE pode ser aquilo que quisermos que ela seja. Optar por baixar os braços terá apenas um resultado: o de deixar que a UE seja aquilo que outros quiserem que ela seja.

 

Vem MUDAR A EUROPA connosco!

Lê mais acerca destas e de outras propostas para a Europa em www.livrept.net

  • Derrotar a austeridade e o capitalismo desregulado
  • Levar a troika e as suas decisões ao Tribunal de Justiça da UE
  • Revogar o Tratado Orçamental e impedir que ele seja vertido para o direito comunitário
  • Convocar uma conferência europeia de resolução da dívida
  • Tributar as empresas multinacionais
  • Lançando um programa de recuperação dos países da crise
  • Eliminar a concorrência fiscal entre Estados-membros
  • Criar um plano europeu contra a pobreza infantil
  • Lutar pelo direito de ação coletiva no Tribunal de Justiça da UE
  • Proibir a privatização da água na UE
  • Instituir um Rendimento Básico Universal Adaptado
  • Construir uma nova estratégia europeia de desenvolvimento sustentável
  • Instituir um sistema de vistos humanitários e implementar um programa comum de reinstalação de refugiados
  • Avançar para um Senado Europeu com votos iguais para cada país
  • Forçar as instituições europeias à transparência e à democratização

Petição

Retribuição Horária Mínima Garantida

Assine aqui a Petição