Candidata a: Câmara Municipal de Oeiras

Safaa Dib


Editora de livros
Nacionalidade: Portuguesa | Naturalidade: Líbano | Residência: Algés

Natural do Líbano, venho de uma família de imigrantes libaneses que se estabeleceu profissionalmente na área da restauração em Lisboa. Formei-me em Línguas e Literaturas Modernas na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Após dois anos a secretariar na Embaixada da República Islâmica do Irão em Lisboa, ingressei em 2008 numa editora de livros onde dirijo o catálogo de ficção e não-ficção, bem como edito uma revista dedicada a literatura de fantasia, ficção científica e horror. O crescente interesse pela política fez com que desse os primeiros passos através da iniciativa política da sociedade civil Manifesto para uma Esquerda Livre. Em 2014, tornei-me membro do partido LIVRE e candidata às eleições europeias 2014 e eleições legislativas 2015 após participação no processo pioneiro das primárias. Atualmente, sou colaboradora do Jornal Económico, onde publico regularmente crónicas.

Áreas de interesse: Cultura, Ecologia e Ambiente, Mobilidade, Transparência e Integridade

Apresentação da Candidatura

O concelho de Oeiras é um concelho que apresenta uma localização privilegiada face à sua proximidade ao centro de Lisboa, além de ter fortes pontos ecológicos a seu favor. Mas embora seja reconhecido como um dos concelhos com maior qualidade de vida, a análise é superficial e enganadora. Existem desigualdades sociais e económicas entre as freguesias do concelho, sendo o litoral mais privilegiado; há graves problemas de mobilidade que tornam os habitantes de Oeiras absolutamente dependentes do automóvel, os últimos mandatos autárquicos da direita foram marcados por sucessivos escândalos de corrupção e falta de transparência e os poucos benefícios culturais que se veem são à conta de iniciativas privadas. O imenso potencial por cultivar no concelho de Oeiras pode vir a brotar com uma governação de esquerda que saiba identificar os problemas-chave do concelho e propor soluções que se pautem por um espírito ecológico, transparente, libertário e, fundamentalmente, livre.

Petição

Retribuição Horária Mínima Garantida

Assine aqui a Petição